Abate de gado em Mato Grosso aumenta 5%.

“Deste montante, 56,68% foram machos e 43,32% foram fêmeas. Apesar de as fêmeas ainda representarem a menor parcela da produção de carne, em 2019 houve destaque para o incremento do abate de novilhas: de 2018 para 2019 a alta para a categoria de 12-24 meses foi de 19,24%, o equivalente a 445,40 mil cabeças”, informou, esta semana, em seu boletim da pecuária.

“Além das novilhas, observa-se que mais fêmeas entre 24-36 meses também entraram na linha: no comparativo anual a alta foi de 24,97%, totalizando 752,25 mil cabeças. Diante deste cenário, para 2020as perspectivas demonstram que o estoque de machos pode reduzir e, se o cenário aquecido das exportações permanecer, as cotações podem se sustentar na tendência de alta”, acrescenta.

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *