Home Sem categoria Brilho solar determina potencial do café.

Brilho solar determina potencial do café.

0

Existe uma relação direta entre o brilho solar acumulado, o número de botões de flores e a produção de café, que por sua vez dependem de fatores como densidade de plantio, temperatura do ar e do solo e disponibilidade de água, além da troca de oxigênio e dióxido de carbono das plantas. Foi isso que determinou uma pesquisa realizada por Olga Lucía Ocampo López, PhD em Engenharia Automática pela Universidade Nacional da Colômbia (UNAL).

Dentre as variáveis climáticas que influenciam a produtividade do café, foram analisadas a precipitação, temperatura, umidade relativa, vento, evapotranspiração, brilho e radiação solar. Além disso, foram contempladas a análise de cenários futuros de mudanças climáticas e a projeção de seus efeitos.

Também foram avaliadas as alterações produzidas pelo fenômeno El Niño e os possíveis efeitos das mudanças climáticas no balanço hídrico e na produtividade do café, utilizando modelos de culturas úteis para avaliar e prever cenários, uma vez que incluem fatores climáticos e do solo, além de uma ampla gama de práticas de manejo que afetam a produção agrícola.

“São usados para representar os processos fundamentais da produção vegetal, como a interceptação de radiação, fotossíntese e o ciclo da água ou nitrogênio; são modelos matemáticos que descrevem a interação entre o crescimento da cultura, a dinâmica do carbono e do nitrogênio no solo e os processos ambientais”, detalha.

Cada região cafeeira possui um clima que leva a um comportamento específico da planta e determina sua produtividade. “A disponibilidade de água e energia solar desempenha um papel importante na produção e é necessária para o crescimento e desenvolvimento da planta”, completa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here