Colheita de soja eleva expectativa de produção.

O ritmo da colheita da soja brasileira está elevando as expectativas de produção da oleaginosa, segundo informou a consultoria INTL FCStone. De acordo com os dados compilados pela consultoria e levantados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), estão previstos 124 milhões de toneladas, aumento de 1,9% frente ao número divulgado em janeiro e quase 8% a mais que as 115 milhões de toneladas produzidas no ciclo 2018/2019. 

“No Mato Grosso do Sul e em Goiás, além do aumento do rendimento, houve revisão também de área. No caso de resultados favoráveis se manterem até o final da colheita, haveria espaço para novos aumentos nas próximas revisões”, avalia a analista de inteligência de mercado do grupo, Ana Luiza Lodi, completando que, no Rio Grande do Sul, o clima quente e seco trouxe cortes no rendimento, levando a produção estimada cair pouco mais de 400 mil toneladas no estado. 

De modo geral, com a expectativa da produção de soja revisada para cima e sem modificações nas variáveis de demanda, os estoques devem ficar mais elevados, em 5,78 milhões de toneladas, avalia. A estimativa de exportações em 2020 pela INTL FCStone está mantida em 72 milhões de toneladas e a de consumo doméstico em 48 milhões de toneladas. 

Para a primeira safra de milho 2019/20, a INTL FCStone trouxe um pequeno aumento em sua revisão de fevereiro, de 160 mil toneladas, consolidando a expectativa de produção em 25,91 milhões de toneladas — motivada pelas boas perspectivas para o rendimento em alguns estados como o Paraná. “Esse leve aumento da produção estimada para a primeira safra condicionou também o crescimento da produção do total, alcançando 99 milhões de toneladas — considerando, ainda, o número de produção para a 3ª safra da Conab”, explica Ana Luiza Lodi. 

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *