Condições climáticas podem modificar calendário de produtores de milho em MT.

O produtor de milho já programou o manejo de insumos agrícolas a ser feito nas próximas semanas, porém as condições climáticas podem modificar este calendário.

Assim, espera-se que em março as chuvas fiquem acima dos 200 mm nas principais regiões produtivas (Tempo Campo –base nos municípios ao lado), o que resulta em média acima de 6,45 mm/dia de precipitação, o suficiente para o bom desenvolvimento da cultura”, aponta o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA), no boletim divulgado esta semana.

“Já em abril as previsões variam muito de região para região e, apesar de ser cedo para esta estimativa, a falta de umidade pode prejudicar a fase reprodutiva do milho. Deve-se considerar que em ambos os casos a regularidade das chuvas é tão importante quanto o volume delas, porém muito difícil de prever e, por isso, salienta-se a importância do acompanhamento periódico das previsões, que, além de possibilitar o planejamento do produtor, pode consolidar uma super-safra em Mato Grosso ou não”, conclui o Imea.

O plantio da safra em Mato Grosso chegou a 91,96% da área total, na última sexta-feira (28). 

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *