Consumo de ovos e o aumento da imunidade.

Em tempos de pandemia mundial gerada pela disseminação do novo coronavírus, estimular a imunidade torna-se um aliado do organismo para a defesa de invasores como vírus, bactérias ou fungos que possam causar doenças. E o ovo pode se tornar um importante alimento neste momento, pois contém proteínas, vitaminas e minerais essenciais para a saúde.

O ovo é uma fonte de proteína, cerca de seis gramas por unidade, quantidade adicional necessária para a gestante. Contém ômega 3, especificamente, DHA (29mg); A luteína e zeaxantina (250mcg) são biodisponíveis porque estão envoltas em gordura. A vitamina D, outro nutriente importante também presente no ovo, além de favorecer a absorção de cálcio, melhora os aspectos mentais e, por exemplo, a depressão.

De acordo com a nutricionista do Instituto Ovos Brasil, Lúcia Endriukaite, todo o conjunto de nutrientes além dos citados acima estão muito bem embalados em um composto de carbonato de cálcio que também é biodisponível e se chama ovo, um alimento saboroso, prático, versátil, considerado alimento de verdade.

“Comer ovos de galinha ajuda a manter essa alimentação saudável. Da mesma forma, se você comer ovos de codorna. Já se sabe que uma alimentação balanceada é de extrema importância para o equilíbrio do corpo e, que, alguns nutrientes, que exercem papel essencial para as respostas imunes e regulação do organismo, não podem faltar na dieta. Reconhecido como um dos alimentos mais completos para os seres humanos, nos ovos é possível encontrar muitos desses nutrientes”, destaca a nutricionista.

Lúcia é nutricionista do Instituto Ovos Brasil e responsável por pesquisas técnicas e elaboração de artigos, encartes e materiais informativos e educativos para população e profissionais. Contribui com a realização de palestras na divulgação do ovo.

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *