Home Sem categoria Daninhas causam prejuízo de R$ 9 milhões por ano.

Daninhas causam prejuízo de R$ 9 milhões por ano.

0

As plantas daninhas são um problema global e a resistência a herbicidas é crescente a cada ano. As perdas têm exigido maiores investimentos por parte dos agricultores para minimizar as perdas na lavoura

Um artigo publicado no site de divulgação científica Weed Science, esforço colaborativo entre cientistas de plantas daninhas em mais de 80 países,  aponta que no mundo existem 512 tipos diferentes de plantas daninhas resistentes de forma simples, cruzada ou múltipla. São 266 em dicotiledôneas (como soja, algodão e café) e 246 em monocotiledôneas (como milho, arroz, cana e trigo) envolvendo 92 culturas, em 71 países. Os Estados Unidos lidera com 165 casos de resistência. O raio x ainda mostra outro dado preocupante: 15% da produção mundial de grãos é perdida devido às plantas daninhas. 

Qual o cenário no Brasil?

No Brasil são 50 casos de resistência que envolvem 28 espécies e 8 modos de ação. Quando levado em conta apenas o glifosato, herbicida mais comum, em 2003 eram apenas 2 casos. Em 2018 foram 16 casos.

Os prejuízos são significativos. Somente no cultivo de soja o custo anual com uso de herbicidas é de R$ 4,2 bilhões. O impacto total das daninhas na cultura levando em consideração também a matocompetição chega a R$ 9 bilhões por ano.

As mais comum são azevém, buva e capim-amargoso, juntas responsáveis por afetar mais de 20 milhões de hectares nas lavouras brasileiras. O custo de combate dessas espécies é de R$ 120 por hectare mas quando se trata de resistência a glifosato esse custo pode aumentar 42% ou R$ 170 por hectare. 

O estudo na íntegra pode ser conferido aqui Heap, I.  The International Herbicide-Resistant Weed Database.  Online.  Thursday, May 7, 2020.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here