Exportação de grãos do Brasil não deve ser afetada por coronavírus, diz Anec.

As estimativas de exportações de grãos do Brasil neste ano se mantiveram inalteradas mesmo com as turbulências sofridas pelos mercados globais diante do rápido avanço do coronavírus, disse à Reuters nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

O diretor-geral da Anec, Sérgio Mendes, afirmou por telefone que a entidade mantém a projeção de que o Brasil exportará de 73 milhões a 74 milhões de toneladas de soja neste ano, além de 34 milhões a 35 milhões de toneladas de milho.

“Às vezes somos criticados por exportar produtos primários. Graças a deus exportamos comida”, disse Mendes.

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *