Gerenciamento de impostos revolucionará o agro.

A prática de gerir os impostos dentro da agricultura pode ser a nova forma de revolucionar o setor, indicou Giandrei Basso, CEO da Essent Agro. De acordo com ele, o crescimento da tecnologia surgiram os softwares para controle de custos da produção, porém, não se fala o quanto os impostos impactam nesse custo, e consequentemente no lucroo crescimento da tecnologia surgiram os softwares para controle de custos da produção, porém, não se fala o quanto os impostos impactam nesse custo, e consequentemente no lucro. 

“A agricultura está digital, mas a maneira como encaramos os nossos tributos e a gestão deles ainda está no caderninho. Conhecer de onde vem e para onde vai cada real gerado, ou ainda gasto é uma revolução que os produtores rurais precisarão passar, ou eles poderão ter sérios problemas financeiros”, comenta ele. 

Nessa linha, houve também uma evolução na maneira de controlar e gerir estes tributos. No entanto, 90% dos produtores rurais ainda não utilizam um meio eletrônico para fazer a gestão tributária da propriedade, ou seja, gerir impostos. “Não podemos mais ficar no escuro. A intuição muitas vezes leva o produtor a fazer um investimento ou uma receita que acarretará um pagamento maior do valor do imposto. A tomada de decisão precisa ser feita com base em dados reais, e não intuitivos”, explica. 

“Saber qual é o meu carro chefe nas receitas ou onde estão os gargalos nas despesas, ou mesmo qual o impacto tributário de uma receita ou gasto, são informações de extrema importância para garantir um futuro sustentável para a propriedade”, enfatiza. 

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *