Melhoramento de plantas é a resposta para demanda de alimentos.

O melhoramento de plantas é a resposta para a crescente necessidade global de alimentos, afirmou John-Pieter Schipper, CEO da Bejo. A empresa está envolvida na criação de variedades vegetais e na produção e venda de sementes vegetais.

“As plantas são basicamente vulneráveis. Frequentemente, nem todas as sementes germinam e as plantas que produzem não são suficientemente resistentes a doenças. Ao melhorar a qualidade das variedades por meio de melhoramento, a capacidade de germinar das sementes pode ser fortalecida e a resistência das culturas a doenças”, comenta.

“Uma vantagem adicional é que uma variedade resistente não precisa ser tratada com agentes de proteção de culturas”, acrescenta o diretor de pesquisa e desenvolvimento Bert Schrijver. “Dessa forma, você não apenas trabalha com mais eficácia e eficiência, como também se concentra mais na proteção do meio ambiente”, completa.

Quando perguntado sobre se a resistência é o único problema, ele respondeu que, por meio da criação, você também pode tornar as variedades mais adequadas para o crescimento sob certas condições. “É por isso que trabalhamos em conjunto com produtores locais em todo o mundo, para que possamos desenvolver especificamente variedades adequadas à sua situação. Também aconselhamos os produtores a aplicar técnicas de cultivo para permitir que eles atinjam o melhor rendimento possível”, indica.

“A criação envolve a aplicação de características que uma variedade já possui naturalmente”, explica Schipper. “Na criação, você faz isso através do cruzamento e seleção. Por meio de novas técnicas de criação, como o CRISPR-Cas9, você consegue isso mais rapidamente porque pode aplicar uma modificação desejada a um gene com muita precisão e exatamente no local desejado”, conclui.

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *