Home Sem categoria Mesmo em conflito, Irã termina 2019 como terceiro destino das exportações de Mato Grosso.

Mesmo em conflito, Irã termina 2019 como terceiro destino das exportações de Mato Grosso.

0

O número é praticamente o mesmo do que foi apresentado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) em novembro, pouco antes de o conflito começar e de o governo do Brasil emitir nota favorável aos Estados Unidos, o que motivou a convocação da diplomação brasileira para uma reunião de queixas em Teerã.

Os U$ 770 milhões representam 4,5% da comercialização externa de Mato Grosso em 2019. O valor é 36,8% a menos do que foi enviado aos iranianos em 2018, quando chegou-se a mais de U$ 1,2 bilhão em vendas e deixou os persas como segundo parceiro do Estado.

Em 2019, o Irã só ficou atrás da China, com 31% do mercado mato-grossense ao comprar U$ 5,2 bilhões, e do Vietnã, com 5% da participação e uma injeção de U$ 851 milhões nos cofres dos produtores locais. Por muito pouco, o Irã não foi ultrapassado pela Espanha, que rendeu U$ 765 milhões aos mato-grossenses.

Os números são a consolidação das exportações brasileiras em 2019 e foram divulgados hoje pelo MDIC. Também no comércio nacional as compras do Irã diminuíram 2,1% e terminaram em U$ 2,2 bilhões. Como as importações do Irã aumentaram em quase 200% o superávit da balança comercial entre as duas nações perdeu U$ 125 milhões desfavoráveis ao Brasil.

Entre os produtos comprados dos brasileiros pelo Irã, o milho tem 45% da representatividade. A Soja, em todas as formas, tem 37% da participação e a carne representa 10% das vendas. O açúcar ficou com 7,5% das vendas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here