Soja segue lucrativa no Brasil.

Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam a terça-feira (17.03) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação subindo 1,48% nos portos, para R$ 94,56 (contra R$ 93,18 do dia anterior). Com isto o ganho acumulado nos terminais portuários avançou para 5,23% no mês.

“A queda do dólar foi primeiro alerta de que pode cair no futuro próximo. Embora a moeda norte-americana tenha recuado 0,88% nesta terça-feira, ainda ficou acima dos R$ 5,00 e ainda manteve o produto brasileiro muito competitivo e, principalmente, lucrativo”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

A média apurada pelo Cepea voltou a subir 1,59% no interior, para R$ 87,69 (contra R$ 86,32/saca do dia anterior). Com isto o ganho acumulado nas praças do interior do País avançou para 5,77%. No RS o preço da soja no porto atingiu R$ 97,00/saca, enquanto no Paraná os preços subiram mais R$1,0/saca. No Centro-Oeste houve novas vendas, mas em menor volume, com os produtores voltando ao mercado, mas em quantidades sensivelmente menores.

CHINA

Ainda de acordo com a T&F, tanto “compradores quanto vendedores no mercado de soja custo & frete da China em grande parte se abstiveram de fazer novas ofertas ou ofertas em meio ao colapso nos futuros da CBOT enquanto os prêmios no mercado físico para a soja sul-americana subiam. Quase todas as casas de negociação recuaram suas indicações de venda durante o pregão, enquanto os esmagadores chineses não estavam dispostos a aceitar ofertas mais altas e colocaram lances de 8 a 10 centavos abaixo das melhores ofertas ouvidas”.

publicado
Categorizado como Sem categoria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *